imperfeito

segunda-feira, maio 04, 2009

Pilar e José têm uma ideia que transcende a arte...uma joia raríssima de amizade

Acabei de publicar um post sobre meu final de semana no campo. Com um pouco de tempo livre nessa noite de segunda me dispus a visitar alguns dos mais de 50 blogs de escritores e artistas das mais diversas artes que tenho catalogado. Em todos esses meus passeios literários sempre passo pelos jardins de Saramago. E hoje encontrei essa joia de raríssima beleza. Partilho-a com voces:

"O susto foi grande, Mario Benedetti estava no hospital e o seu estado era considerado grave. Ángel González foi-se-nos quase sem aviso, numa fria madrugada de Janeiro. Que agora fosse a vida de Benedetti a estar em perigo lá no seu distante Montevidéu era algo que a preocupação aqui despertada não se resignava a aceitar. E, contudo, nada podíamos fazer. Enviar telegramas, à antiga usança? Mandar recados por algum amigo? Rezar uma oração pelo seu pronto restabelecimento, se com isso não fôssemos provocar a ira laica de Mario? Pilar encontrou a solução. Que era em verdade Mario Benedetti, que havia sido ele em toda a sua vida, muito mais que as múltiplas profissões exercidas? Poeta. Então arranquemos os seus poemas à imobilidade da página e façamos com eles uma nuvem de palavras, de sons, de música, que atravesse o mar atlântico (as palavras, os sons, a música de Benedetti) e se detenha, como uma orquestra protectora, diante da janela que está proibido abrir, embalando-lhe o sono e fazendo-o sorrir ao despertar. Aos médicos alguma coisa se ficou a dever, reconheçamo-lo, mas nós, todos os que ao redor do mundo demos a nossa contribuição pessoal, juntando poemas de Benedetti aos poemas de Benedetti, tivemos também a nossa parte no trabalho. Mario Benedetti está melhor."

5 Comments:

  • "Então arranquemos os seus poemas à imobilidade da página"

    quanto ao meu texto quse 3 anos depois... acho que não mudaria nada.

    beijos!

    By Blogger Caldereta das Idéias, at 7:52 PM  

  • "(...) e façamos com eles uma nuvem de palavras, de sons, de música, que atravesse o mar atlântico (...)"

    Lindo, lindo!

    By Blogger Nathália, at 2:35 PM  

  • Os jardins de Saramago sempre produzem essas belas flores, Luiz!
    Depois passa lá na redação, pois publiquei um post do meu irmão Celso. No final, há o link pro blog dele, que sempre tem bons assuntos.
    Aquele abraço!!

    By Blogger Bill Falcão, at 9:38 PM  

  • luiz, se vier a sp, dê um alô, sim!
    a cidade está com tantos programas legais...
    e seu escritor acabou falecendo, não? não conheço a obra dele, mas lembrei de vc...
    bjs
    a.

    By Blogger ana b., at 10:18 PM  

  • Eu sou aluna lá da Portátil! Tava na meiúca assistindo o bandão também. Não falei com você, pois não tinha certeza. E envergonhada que sou não iria abordar um estranho chutando ser ou não ser alguém. hahahaha

    Quanto ao texto, fui eu que escrevi sim. :)

    Não fico sempre pro bandão, pois minha aula termina cedo. Às vezes só espero meu irmão que toca lá. Caso te veja numa próxima vez, cumprimento. hehe

    beijos!

    By Blogger Caldereta das Idéias, at 11:45 AM  

Postar um comentário

<< Home