imperfeito

quarta-feira, setembro 24, 2008

Clarice Lispector, a Hora da Estrela


Quanta honra !!! Acabei de ganhar da Aninha (Ana Basaglia) e estou incluindo no post, super orgulhoso !!! Muitíssimo obrigado Aninha !!!

Clarice Lispector, A Hora da Estrela


Meninas e Meninos, da série eu vi. Ainda não havia encontrado tempo para falar, com a mínima dignidade e carinhos mais do que merecidos, da exposição Clarice Lispector, A Hora da Estrela, no Centro Cultural Banco do Brasil, no Rio.

Tive a sorte de conhecer Clarice, mas não vou falar sobre isto agora.

Agora é a vez da Exposição que é um primor, no nível do talento de Clarice e que reúne a competência maior de algumas pessoas queridas.

A Curadoria ficou com Julia Pelegrino e Ferreira Gullar.

O Design de Exposição é obra de Daniela Thomas e Felipe Tassara.

O Design Gráfico da Exposição é criação de Ana Basaglia (super parabéns Aninha, nota 1000 !).

Três salas na Exposição se destacam pela incrível criatividade, pela excelência da execução do conceito e da produção.

A sala dos “espelhos”, composta por uma estrutura central translúcida - na qual está, graficamente impresso, o roteiro das cidades nas quais Clarice viveu, em ordem temporal -, circundada por paredes negras, nas quais estão impressos alguns trechos de poemas, “refletidos” nas paredes opostas, sem correlação simétrica. O efeito obtido pela sugestão de espelhos, sem que eles realmente existam, nos remete imediatamente ao imaginário, à magia da poesia. E remetem ao universo de Clarice, cujos textos possuem riquezas de multi-interpretações, inclusive as mais simples e objetivas.

A segunda sala que se destaca é a aquela em que os poemas estão graficamente impressos nas paredes como se estas fossem os papeis numa máquina de datilografia. Quem já viu como funcionam estas máquinas sabe que a tinta de cada tipo é impressa sobre o papel pela compressão dos dedos sobre as teclas. Ou seja, a cada pressão das teclas forma-se no papel um imperceptível alto relevo. A genialidade dos artistas que “bolaram” esta sala está em ter criado a percepção de alto relevo pela solução gráfica em baixo relevo. Tem-se a exata sensação de que os trechos foram escritos em máquina de datilografia. Contudo, a técnica utilizada aplicou um grafismo não de alto, mas de baixo relevo. Uma genial, fantástica solução gráfica de “re-criação”.

A terceira sala em destaque é a que reproduz um enorme (até o teto) móvel com gavetas, desses que nossas avós tinham em casa. Um móvel para guardados, em que as gavetas que possuem chaves são aquelas que contém as lembranças, na maioria pessoais, de Clarice. É indescritivelmente delicioso permanecer algumas horas nesta sala lendo os conteúdos das gavetas. A sensação é ao mesmo tempo de reverência e de bisbilhotice. Clarice fica bem ao alcance de nossos olhos, na intimidade de seus papéis, artigos, cartas, dedicatórias, rascunhos, muitos deles de conteúdo bem pessoal.


Fica até domingo no CCBB, no Rio. Obrigatória !

7 Comments:

  • Tentarei ir no sábado. Eu perdi a exposição no Museu da Língua, mas essa eu não quero perder!

    By Anonymous Andréa Motta, at 3:35 PM  

  • Ah se existisse o tele-transporte...

    Luis, preciso que conte sobre vc ter conhecido Clarice, nossa que coisa mais mais... nem sei descrever! Minha escritora favorita, essa loira.

    bjm pra ti

    By Blogger Aline, at 3:42 PM  

  • que bom que vc gostou!!
    sua opinião de designer é importante pra mim, viu?
    e vc CONHECEU clarice?? ah, conta como foi isso, deve ter sido interessante pra caramba!!!!!
    bjs corridos,
    a.

    By Blogger ana b., at 5:56 PM  

  • ah, e preciso/quero explorar seu blog, tem uns textos q eu quero (re)ler, mas só depois, qdo tiver tempo...
    tempo é uma coisa tão escassa aqui atualmente... está ssim pra vcs aí no rio? aqui está todo mundo numa loucura corrida...

    By Blogger ana b., at 5:58 PM  

  • ah, e a sala de espelhos foi a q eu mais curti! é demais, não é mesmo??
    vc viu a foto q eu bloguei, na época da estréia da expo aqui em sp? da sala de espelhos...
    http://alambisgoia.blogspot.com/2007/04/clarice-lispector.html

    By Blogger ana b., at 6:04 PM  

  • Belo trabalho o da Ana!
    Parabés!!!

    To pensando em montar uma sala dos espelhos aqui no meu quarto...sera que vai ficar legal?

    Carioca, beijos!

    By Blogger Tâmara, at 5:27 PM  

  • Luiz,

    "Não se preocupe em entender.
    Viver ultrapassa todo entendimento...
    Renda-se, como eu me rendi.
    Mergulhe no que você não conhece como eu mergulhei.
    Eu sou uma pergunta."

    Clarice Lispector


    ( ... E a minha resposta é você.
    porque além de você ser essa pessoa tão exageradamente gentil,
    é alguém que escreve e fala tanta coisa interessante que eu nem sei quando tempo eu já tô aqui)
    Viciei em você.
    beijooooo
    Ale

    By Blogger Ale Danyluk, at 11:09 PM  

Postar um comentário

<< Home