imperfeito

sábado, junho 14, 2008

Homenagem à lenda Jamelão, aniversário de Chico Buarque, o Rio ensolarado de hoje e voltando ao dia 13, Fernando Pessoa - 120 anos

A lenda Jamelão em seu último carnaval - 2006(by fotobrasil.multiply.com) Em seu penúltimo carnaval -2005 Jamelão é uma árvore que pode chegar a 10 metros de altura. Possui frutos pequenos e doces que, quando maduros, ficam arroxeados. Jamelão e José Bispo Clementino dos Santos são a mesma pessoa. E certamente esse apelido veio da sua altura e da sua cor. O melhor, o mais completo, o mais longevo, o mais reverenciado, o mais carismático, o melhor símbolo do carnaval carioca, o melhor e mais extraordinário Intérprete dos Sambas de Enredo de todos os tempos foi cantar no céu. Minha especial homenagem a esse homem alto, elegante, de ironia fina – que muitos confundiam com mau humor – que detestava ser bajulado, que tem uma voz única, inconfundível, de personalidade fortíssima, que durante 50 anos comandou a gloriosa Mangueira em todas as avenidas do samba. Jamelão tinha uma voz potente, que emitia com clareza todas os sons, notas, palavras de um samba enredo, durante todo o desfile, sem uma única interrupção, uma única vacilada, um único desafinado. Esse homem alto, elegante, de voz potente realmente parecia uma árvore de 10 metros de altura quando representava sua Escola e o Samba Brasileiro. A última vez que ouvi Jamelão cantar foi em Sampa, aos 93 anos, pouco antes dele sofrer o derrame. Ele tinha uma mágoa, dizia que foi cantar em São Paulo porque no Rio ninguém mais queria ouví-lo, o que, obviamente, não era propriamente verdade. Eu lhe disse na ocasião, com todo o respeito para que, nem de longe, ele pensasse ser eu um chato: já que Jamelão não vai ao Rio, um carioca vem a Sampa e olha que esse carioca nem Mangueirense é. Ele entendeu e meu deu um belo abraço. Algumas curiosidades: Jamelão começou na bateria da Mangueira, nos tamborins, e não como intérpete. Ele já havia sido “gongado” (eliminado) em programas de calouros no rádio. Costumava andar, até certa idade, com elásticos nas mãos e nos bolsos. Foi grande amigo de Lupicínio Rodrigues e por causa dele passou a torcer pelo Gremio Futebol Portoalegrense, o tricolor do sul. No Rio era torcedor do Vasco da Gama, talvez por influência de ter nascido em São Cristovão, bairro do Rio onde está o campo do Vasco. Sábado ensolarado no Rio

Aniversário de Chico Buarque - dia 19 de junho (tricolor e mangueirense) Algumas comemorações:

Hoje, dia 14, a banda Seu Chico, de Pernambuco, faz festa no Cine Lapa, às 22 hs. Essa banda reinventa Chico sob o comando de um pianista genial de apenas 18 anos, Vitor Araujo. Estarei lá, dançando até as madrugadas.


18/08, quarta-feira no Teatro Rival às 19,30 hs - Mulheres de Holanda


19/06, quinta-feira na Sala Baden Powell (Copacabana), às 20h - Mulheres de Chico.


22/06, domingo no super agradável Parque das Ruínas em Santa Teresa às 18h - Mulheres de Chico novamente. Certamente que estarei lá.


Fernando Pessoa nasceu num dia 13 de junho, há 120 anos atrás.


"Todas as cartas de amor são

Ridículas.

Não seriam cartas de amor se não fossem

Ridículas.

Também escrevi em meu tempo cartas de amor,

Como as outras,

Ridículas.

As cartas de amor, se há amor,

Têm de ser

Ridículas.

Mas, afinal,

Só as criaturas que nunca escreveram

Cartas de amor

É que são

Ridículas.

Quem me dera no tempo em que escrevia

Sem dar por isso

Cartas de amor

Ridículas.

A verdade é que hoje

As minhas memórias

Dessas cartas de amor

É que são

Ridículas.

(Todas as palavras esdrúxulas,

Como os sentimentos esdrúxulos,

São naturalmente

Ridículas.)"

3 Comments:

  • Olá Luiz!
    Bela postagem em homenagem a Jamelão.
    Gosto de suas frases
    " como se fosse uma árvore de 10 metros". Observei outra frase sua,em um de seus comentários lá no no meu blog "como se a casa escolhesse seu dono"... Lembrei-me com essa frase do filme "Sob céu de Toscana.

    .

    Se não fosse ridículas não seriam cartas de amor...rss
    Beijo e bom final de semana!

    By Blogger Lu, at 6:43 PM  

  • Bela homenagem ao Jamelão!

    By Blogger Carolzita!, at 8:33 PM  

  • Lui, certamente Jamelao permanece vivo e sempre.
    Ja Chico, eu sou tao suspeita pra escrever qualquer palavra sobre ele..ele é o beijo na testa da minha vida.

    Sim, todas as cartas de amor foram e serao sempre ridiculas...

    Bom domingo!

    By Blogger Tâmara, at 8:27 AM  

Postar um comentário

<< Home